Publicada em 13/09/2017 11:19:00

Em reunião nesta terça-feira (12) com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Roberto Caffarelli, o líder no Congresso Nacional André Moura (PSC-SE) apresentou pleitos de prefeitos sergipanos de não-fechamento das agências nos municípios e tratou da renegociação da dívida dos agricultores.

De acordo com Paulo Caffarelli, o fechamento de agências decorre principalmente da falta de segurança. Os prefeitos de Salgado e Poço Verde – Duílio Siqueira (PSB) e Iggor Oliveira (PSC) – apresentaram soluções para proteger o entorno das agências. Em Salgado, o projeto de instalação de câmeras de monitoramento está em fase de licitação. Em Poço Verde, algo similar tem sido desenvolvido pela prefeitura em parceria com a Secretária de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), a agência local e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município.

A pedido do líder André, serão feitos os ajustes técnicos a fim de evitar o fechamento das agências nos dois municípios. “Em até 30 dias, entraremos em contato com o deputado para informar se falta algum item a impedir a operação plena das agências. Entendemos a importância da instituição bancária nessas cidades, porém, a segurança deve ser prioridade”, Comentou o presidente do BB.


Dívidas dos produtores rurais – O líder aproveitou o encontro com o presidente do Banco do Brasil e, ao lado do deputado federal Jony Marcos (PRB/SE), solicitou a efetivação da Resolução 4591/2017, do Conselho Monetário Nacional (CMN), com as normas para renegociação das dívidas dos produtores rurais contraídas entre os anos de 2012 e 2016 – no momento, o BB segue sendo a única instituição a não seguir a regra. A alegação do banco para não ter atendido à resolução: ela estaria na rigidez do texto da norma; ou seja, caso os produtores aceitem o acordo, seriam obrigados ao cumprimento de carência até 2023 para contratar novos créditos, não sendo esta uma solução interessante para ambas as partes, banco e agricultor.

A fim de solucionar o impasse, o líder propôs uma reunião da equipe técnica do Banco do Brasil com representantes da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a bancada ruralista no Congresso Nacional para discutir a elaboração de um novo texto à norma. O encontro deve ser marcado para as próximas semanas, conforme ficou acertado.

Presentes ao encontro, o diretor de Agronegócio do BB, Marco Túlio, o gerente-geral unidade de canais Neirim Goulart Duarte, e o assessor parlamentar do banco, Fernando Conde.

AssCom/AM
#SergipeMaisForte
#mandatoProdutivo