Atualizado em 22/07/2014 02:00:00

Perfil biográfico do Líder do Governo no Congresso Nacional
BIO | RESUMO
André Luis Dantas Ferreira, mais conhecido como André Moura (Salvador, 23 de fevereiro de 1972), é um político brasileiro filiado ao Partido Social Cristão (PSC), com atuação no estado de Sergipe. Foi prefeito do município de Pirambu por dois mandatos consecutivos, no período de 1997 a 2004, quando era membro do Partido da Frente Liberal (PFL). Depois elegeu-se deputado estadual em 2006, já filiado ao PSC. Desde fevereiro de 2011 ocupa o cargo de deputado federal por Sergipe. Em 2016, assumiu o cargo de Líder do Governo na Câmara dos Deputados e, em março de 2017, assumiu o posto de Líder do Governo no Congresso Nacional.
Biografia
André Luis Dantas Ferreira nasceu em Salvador, capital da Bahia, em 23 de fevereiro de 1972.3 É filho de Alice Maria Dantas Ferreira, conhecida como Lila Moura, e de Reinaldo Moura Ferreira, que já foi vereador de Aracaju, deputado estadual de Sergipe, sendo hoje conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do mesmo estado.
Em 1990, com 18 anos de idade, André ingressou na carreira política. Filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL) e trabalhou na assessoria da então primeira-dama de Sergipe, Maria do Carmo Alves. Ainda naquele ano, participou da campanha eleitoral que levou seu pai, Reinaldo Moura, ao mandato de deputado estadual. Em 1992, foi nomeado chefe de Gabinete da Liderança do Governo de Sergipe na Assembléia Legislativa. No ano seguinte ocupou a mesma função, só que desta vez junto à presidência da Casa Legislativa, à época dirigida pelo deputado Reinaldo Moura. Entre 1994 e 1995, foi nomeado diretor-geral da Assembléia Legislativa de Sergipe (Alese), fazendo reformas administrativas, que modernizaram as ações de atendimento ao público.
A partir de 1995, começou a trabalhar sua candidatura à Prefeitura de Pirambu (Sergipe). Na primeira disputa, ganhou apertado: diferença de apenas 92 votos para seu opositor. Exerceu o mandato de prefeito de 1997 a 2000, pelo Partido da Frente Liberal (PFL). Na reeleição para o segundo mandato, de 2001 a 2004, obteve 86,9% dos votos válidos, a maior votação de um prefeito sergipano à época, e a segunda maior do Brasil, em termos proporcionais. No período em que foi prefeito, também acumulou as funções de vice-presidente da Associação dos Prefeitos da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba (por dois anos) e na presidência (mandato de seis anos).
Em 2005, atendendo ao convite do governador João Alves Filho (2003/2006), assumiu o cargo de Secretário de Estado de Serviços Públicos Metropolitanos, passando a desenvolver atividades nos municípios da Grande Aracaju (Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros, Laranjeiras e São Cristóvão). Ocupou o cargo durante um ano e dois meses.
No ano seguinte, André Moura foi eleito deputado estadual, pelo Partido Social Cristão (PSC), com votação expressiva – 38.800 votos –, sendo à época o mais votado da história de Sergipe no parlamento estadual. Quebrou outra "regra" ao ser eleito primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, cargo jamais ocupado por um parlamentar de primeiro mandato. Em 2008, foi reeleito à Mesa Diretora da Alese, para a mesma função, onde permaneceu até a eleição seguinte, em 2010.
Em 2010, André Moura elegeu-se deputado federal, com 83.641 votos. Atualmente, é Líder do Governo no Congresso Nacional e preside o Diretório Estadual do PSC em Sergipe. Casou-se em 10 de dezembro de 1993 com Lara Adriana Veiga Barreto Ferreira, com quem tem dois filhos, Yandra Barreto Ferreira e Yago José Barreto Ferreira.
André Moura foi eleito líder partidário por quatro vezes consecutivas; presidente das Comissões Especiais da Redução da Maioridade Penal e do Piso Nacional dos Vigilantes, relator da Comissão Especial do Pacto Federativo, da PEC de Redução do Número de Ministérios´e do Projeto de Lei que Extingue o Auxílio-Reclusão e da Reforma Tributária e sub-relator das Comissões Parlamentares de Inquérito da Petrobras e do BNDES.
Como relator do Pacto Federativo e da Reforma Tributária o líder viajou por todo o Brasil com o Projeto Câmara Itinerante que visava a uma aproximação maior entre Câmara e a sociedade nos grandes temas discutidos no Brasil. Defensor de pautas municipalistas e sociais, André Moura apresentou mais de 100 proposituras durante o primeiro mandato, sempre de acordo com a sociedade, a exemplo do Projeto de Lei que obriga o trabalho para detentos, a reformulação do Estatuto do Torcedor de forma que iniba a violência em razão do esporte, a valorização profissional por meio de pisos salariais para as mais variadas categorias, como os Agentes de Saúde e de Combate às Endemias, cujo Piso agora é Lei. Também teve aprovada a Emenda à Constituição 80/2015 que fixa prazo para haver Defensores Públicos em todas as Comarcas ampliando o acesso gratuito à justiça e garantindo esse direito Constitucional.
Reconhecido nacional e internacionalmente, o parlamentar recebeu do Conselho Federal de Farmácia a Comenda do Mérito Farmacêutico, foi homenageado pela Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho pelos serviços prestados e uma Placa de Agradecimento da Embaixada de Taiwan por defender e apoiar a relação bilateral Brasil- Taiwan. Além disso, recebeu o prêmio "Melhor do Ano 2014", por ter sido o melhor deputado federal pelo Estado de Sergipe.
Reeleito em 2014, o parlamentar assumiu, em 2016, o cargo de Líder do Governo na Câmara dos Deputados e, desde março de 2017, é o Líder do Governo no Congresso

BIO | RESUMO

André Luis Dantas Ferreira, mais conhecido como André Moura (Salvador, 23 de fevereiro de 1972), é um político brasileiro filiado ao Partido Social Cristão (PSC), com atuação no estado de Sergipe. Foi prefeito do município de Pirambu por dois mandatos consecutivos, no período de 1997 a 2004, quando era membro do Partido da Frente Liberal (PFL). Depois elegeu-se deputado estadual em 2006, já filiado ao PSC. Desde fevereiro de 2011 ocupa o cargo de deputado federal por Sergipe. Em 2016, assumiu o cargo de Líder do Governo na Câmara dos Deputados e, em março de 2017, assumiu o posto de Líder do Governo no Congresso Nacional.


Biografia
André Luis Dantas Ferreira nasceu em Salvador, capital da Bahia, em 23 de fevereiro de 1972.3 É filho de Alice Maria Dantas Ferreira, conhecida como Lila Moura, e de Reinaldo Moura Ferreira, que já foi vereador de Aracaju, deputado estadual de Sergipe, sendo hoje conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do mesmo estado.

Em 1990, com 18 anos de idade, André ingressou na carreira política. Filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL) e trabalhou na assessoria da então primeira-dama de Sergipe, Maria do Carmo Alves. Ainda naquele ano, participou da campanha eleitoral que levou seu pai, Reinaldo Moura, ao mandato de deputado estadual. Em 1992, foi nomeado chefe de Gabinete da Liderança do Governo de Sergipe na Assembléia Legislativa. No ano seguinte ocupou a mesma função, só que desta vez junto à presidência da Casa Legislativa, à época dirigida pelo deputado Reinaldo Moura. Entre 1994 e 1995, foi nomeado diretor-geral da Assembléia Legislativa de Sergipe (Alese), fazendo reformas administrativas, que modernizaram as ações de atendimento ao público.

A partir de 1995, começou a trabalhar sua candidatura à Prefeitura de Pirambu (Sergipe). Na primeira disputa, ganhou apertado: diferença de apenas 92 votos para seu opositor. Exerceu o mandato de prefeito de 1997 a 2000, pelo Partido da Frente Liberal (PFL). Na reeleição para o segundo mandato, de 2001 a 2004, obteve 86,9% dos votos válidos, a maior votação de um prefeito sergipano à época, e a segunda maior do Brasil, em termos proporcionais. No período em que foi prefeito, também acumulou as funções de vice-presidente da Associação dos Prefeitos da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba (por dois anos) e na presidência (mandato de seis anos).

Em 2005, atendendo ao convite do governador João Alves Filho (2003/2006), assumiu o cargo de Secretário de Estado de Serviços Públicos Metropolitanos, passando a desenvolver atividades nos municípios da Grande Aracaju (Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros, Laranjeiras e São Cristóvão). Ocupou o cargo durante um ano e dois meses.

No ano seguinte, André Moura foi eleito deputado estadual, pelo Partido Social Cristão (PSC), com votação expressiva – 38.800 votos –, sendo à época o mais votado da história de Sergipe no parlamento estadual. Quebrou outra "regra" ao ser eleito primeiro-secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, cargo jamais ocupado por um parlamentar de primeiro mandato. Em 2008, foi reeleito à Mesa Diretora da Alese, para a mesma função, onde permaneceu até a eleição seguinte, em 2010.

Em 2010, André Moura elegeu-se deputado federal, com 83.641 votos. Atualmente, é Líder do Governo no Congresso Nacional e preside o Diretório Estadual do PSC em Sergipe. Casou-se em 10 de dezembro de 1993 com Lara Adriana Veiga Barreto Ferreira, com quem tem dois filhos, Yandra Barreto Ferreira e Yago José Barreto Ferreira.

André Moura foi eleito líder partidário por quatro vezes consecutivas; presidente das Comissões Especiais da Redução da Maioridade Penal e do Piso Nacional dos Vigilantes, relator da Comissão Especial do Pacto Federativo, da PEC de Redução do Número de Ministérios´e do Projeto de Lei que Extingue o Auxílio-Reclusão e da Reforma Tributária e sub-relator das Comissões Parlamentares de Inquérito da Petrobras e do BNDES.

Como relator do Pacto Federativo e da Reforma Tributária o líder viajou por todo o Brasil com o Projeto Câmara Itinerante que visava a uma aproximação maior entre Câmara e a sociedade nos grandes temas discutidos no Brasil. Defensor de pautas municipalistas e sociais, André Moura apresentou mais de 100 proposituras durante o primeiro mandato, sempre de acordo com a sociedade, a exemplo do Projeto de Lei que obriga o trabalho para detentos, a reformulação do Estatuto do Torcedor de forma que iniba a violência em razão do esporte, a valorização profissional por meio de pisos salariais para as mais variadas categorias, como os Agentes de Saúde e de Combate às Endemias, cujo Piso agora é Lei. Também teve aprovada a Emenda à Constituição 80/2015 que fixa prazo para haver Defensores Públicos em todas as Comarcas ampliando o acesso gratuito à justiça e garantindo esse direito Constitucional.

Reconhecido nacional e internacionalmente, o parlamentar recebeu do Conselho Federal de Farmácia a Comenda do Mérito Farmacêutico, foi homenageado pela Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho pelos serviços prestados e uma Placa de Agradecimento da Embaixada de Taiwan por defender e apoiar a relação bilateral Brasil- Taiwan. Além disso, recebeu o prêmio "Melhor do Ano 2014", por ter sido o melhor deputado federal pelo Estado de Sergipe.

Reeleito em 2014, o parlamentar assumiu, em 2016, o cargo de Líder do Governo na Câmara dos Deputados e, desde março de 2017, é o Líder do Governo no Congresso Nacional.